BrSurgery_Saude.jpg

Concebido em 2016 com a oferta de expansão de um dos maiores ASCs Ambulatory Surgery Centers dos EUA para o Brasil após a resolução 1.886 do CFM em 2008 e regulamentação da CREMESP em 2015, que criaram o marco regulatório da aplicação da RDC 50 da Anvisa para procedimentos cirúrgicos ambulatoriais, incluindo o rol de procedimentos passíveis de execução em um ambiente fora de hospitais gerais.

Este planejamento identificou que o modelo americano de desospitalização de comprovado sucesso desde os anos 1980 precisa de ajustes para adequação ao mercado de saúde Brasileiro.

São eles:

  • Estrutura de serviços compartilhados para redução do impacto da carga tributária.

  • Estrutura jurídica, baseada em Fundo de Investimento Imobiliário, de forma a permitir atração de capital, liquidez e eficiência tributária.

  • Equipe e sistemas de gestão, cobrança, financeira que permite que sócios médicos possam se concentrar nas suas especialidades, mas que possam se integrar a complexa cadeia de fornecedores, prestadores de serviço às fontes pagadoras (planos e operadores de saúde), clínicas populares e clientes privados.

Apenas médicos, em sua grande maioria cirurgiões e anestesistas de algumas especialidades e com grande experiência são convidados para participar do BR Surgery.

A visão do ponto de vista médico com amparo de especialistas em serviços compartilhados, engenharia médica, enfermaria, higienização, tecnologia médica, sistemas de administração financeira médica é o que torna o BR Surgery único, um ambiente feito para prestar o melhor serviço possível, com preços acessíveis e sobre tudo um acolhimento por pessoas que amam o que fazem.